Belô Horizonte – uma semana depois

Para ler ouvindo:
S - This Way Always
Caves - The Mess I Made

Fez uma semana que cheguei em Belo Horizonte. O retrato da cidade que vivia na minha imaginação vai se dissipando aos poucos e uma imagem da BH que eu vou trilhando vai tomando seu lugar. Na minha ignorância tinha imaginado uma cidade antiga, com arquitetura colonial, mas me surpreendi com essa cidade planejada e com pouco mais de 100 anos. Falo em surpresa e pode soar como uma coisa boa mas na verdade essa surpresa é neutra. A arquitetura me interessa e obviamente conta uma história, porém sempre uma história de poder, seja a do poder colonial ou, nesse caso, do poder do capitalismo modernista. No fim uma cidade é sempre uma cidade e o que vai afetar nossa percepção são os encontros, as pessoas e o impacto dessas pessoas nesse lugar.

A impressão que construímos de uma cidade é muito influenciada por como se dão nossos deslocamentos. Estar hospedado próximo do centro permite que eu faça quase tudo a pé. Pensei em trazer minha bicicleta, mas estou contente que não trouxe. Caminhar é muito diferente, tem um ritmo mais meditativo e é um exercício de paciência. O tempo da caminhada me fascina. Não só a mim, claro. Tava lendo outro dia sobre como alguns filósofos conhecidos tinham a caminhada como um hábito diário, alguns caminhavam de forma metódica e outros de um jeito mais espontâneo, refletindo sua personalidade e a forma como desenvolviam suas ideias. Muita coisa vem à cabeça quando caminhamos, e na maioria das vezes parece tudo mais simples e organizado do que é, de fato, a realidade.

A história também é relativa, influenciada por nossa perspectiva e construída a cada segundo. Numa cidade nova desconhecemos as cicatrizes, os traumas de cada avenida e rua, e os prédios estão em branco esperando que a gente construa alguma memória ali ou desencave o seu passado. Até mesmo as pessoas são como novos mundos em potencial, sem ranços, predisposições ou tretas. Talvez a aventura da descoberta de novos universos e de escrever histórias frescas em cada esquina seja a grande recompensa de viajar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s