O Eterno Retorno

Abril esta aí. Voltando de viagem. Voltando de lesão. Somando mais de dois meses sem uma rotina de corridas. Pareceu uma eternidade, custou muito a passar e foi difícil aturar a sensação de derrota e minhas constantes mudanças de humor. Foi difícil aceitar minha primeira DNS* em uma prova (a SuperMaratona de Rio Grande). Foi difícil, no entanto mais complicado parece ser voltar.

Hoje pensando sobre isso (enquanto corria, é claro) percebi que só se chama “volta” ou “retorno” porque não recomeçamos do zero. Algo mudou dentro de cada umx de nós quando iniciamos a buscar essa meta de superação. Algo que, mesmo que subconscientemente, nos diz que somos capazes.  E não adianta, a vida é mesma cheia de ciclos, muitos deles incontroláveis. Não podemos deixar de aceitar os fins e, consequentemente, os recomeços.

Para mais esse retorno, resolvi começar devagar, construir uma boa base pra evitar novas lesões. Estou comprometido à treinos quatro vezes por semana, sendo um de sprint em subidas e um longo. Quero deixar por enquanto flexíveis as quilometragens dos treinos, e em Maio fazer uma avaliação da saúde do meu tornozelo. Muitas idéias para 2015 povoam meu corpo… mas um passo por vez. Ainda essa semana devo postar o relato da viagem à Patagônia Chilena!

*Did Not Start – Não comparecimento, não iniciou.  
Anúncios

Começando pelo começo…

Até chegar a esse formato de blog, por muitos mundos trilhei… e desse aprendizado muito ainda carrego.

Nunca gostei e ainda não gosto do rótulo esportista, atleta, que parece desconectar aquelxs que praticam atividades físicas com frequência do mundo real. Como se não tivéssemos outros interesses na vida. Também porque sempre acessei o esporte através do prazer e só dai vem a vontade de ir mais além, de conquistar e de superar a si próprix. Ao menos pra mim é assim. Foi assim que me apaixonei por andar de bicicleta, quando comecei a usá-la para me deslocar pela cidade e percebi o quão fácil e divertido uma tarefa simples e rotineira poderia se tornar. Dai até que surgisse a oportunidade de trabalhar pedalando se passaram alguns bons anos . Foi a pouco mais de três anos que me juntei a Pedal Express e desde então tem sido um desafio um prazer imenso misturar e confundir trabalho, esporte e prazer. Pedalo diariamente em média 60km, por toda a cidade, muitas vezes tendo prazos apertados para cumprir e sou muito feliz fazendo isso.

Comecei a correr meio que por brincadeira e obviamente me apaixonei. Quando vi já queria absorver mais e mais distância e já tinha metas pra completar uma maratona e muito mais. Acho que o que me motivou na corrida, foi a simplicidade porque, diferente do ciclismo, para correr não precisamos de nada além de nossos corpos.

Iniciando Junho, aumentando a pressão.

O mês de junho iniciou nessa semana e com isso veio a boa noticia de que pela primeira vez, Porto Alegre, a cidade onde eu moro terá duas maratonas em um mesmo ano. Depois da já consagrada Maratona Internacional de Porto Alegre que aconteceu no último mês e já esta na 31º edição, no mês de setembro acontecerá a 1ª Maratona do Estado do Rio Grande do Sul. Eu que já estava procurando maratonas para participar em outras cidades – e até mesmo em outros países – depois de perder a chance de participar da 31º Maratona Internacional de Porto Alegre, fiquei muito motivado com essa noticia, ainda mais que daqui até setembro, tenho tempo suficiente para me dedicar aos treinos. Então ai está um resumo das minha corridas dessa semana até agora. No Strava tem mais infos e cada corrida está já com o link para a atividade.

04 de junho
16,1km
1:18:15
4:51/km

03 de junho
8.5km
51:42
6:06/km

1º de junho
21.1km
1:49:03
5:11/km

Ainda para sexta e domingo pretendo fazer mais uma alguma quilometragem. Vou me esforçar para escrever algo aqui e mante-lxs informadxs. Minha intenção com esse treino é completar a Maratona, não tenho experiência em provas e introduzi a corrida na minha rotina apenas no inicio deste ano (2014), por isso não tenho objetivo de terminar a prova nesse ou naquele tempo.