Caminho

Para ler ouvindo:
Dead Can Dance - Labour of Love
Aldebaran - Embracing The Lightless Depths

 

 

Desço as ruas com nomes de pedras que desconheço.
Atravesso a pequena passarela amarela onde fui assaltado aquele dia.
Chego à pista de lazer e invejo as pessoas que correm.
Passo pelo senhor de black grisalho e as roupas surradas, com seu caminhar dificultado pela idade. Ele vindo e eu indo, sempre no mesmo ponto, pontual e rotineiro assim como eu. Penso em dar um bom dia.
Cruzo a Andradas, desvio do Boulevard e atravesso a Contorno.
Pela Grão Pará eu vou bem reto. Cruzo a Brasil e dou de ombros para a placa “rua sem saída” na esquina da Matriz da Sta. Efigênia. Essa esquina tem um cheiro pungente da fogueira de dias atrás que fizeram pra extinguir o gerivá. Querem que ele morra na raiz.
Nessa área de hospitais, tem sempre essa picape ambulância que eu adoraria transformar numa casa.
Uma subida súbita e os prédios começam a mudar. Na frente do Manhattan Residence mora um casal atrás de caixas de ar-condicionado split e impressoras profissionais Ricoh.
Atinjo a Getúlio. Em Beagá a Grão Pará é transversal à Getúlio e não paralela.
O busto de Getúlio ainda no canteiro central à espera de ser decepado. Parece que mesmo os café-com-leite com o tempo passaram a adorar o tirano.
Cruzo a Afonso Pena. Por esse vão de 8 pistas extremamente largas dá para ver o parque municipal e o centro lá embaixo.
Sigo na Getúlio passando pela sorveteria São Domingos e pouco depois pela saída da cidade rumo ao sul, a mesma que vou pegar dentro de alguns dias.
Assim do nada, o urbanismo para pedestres da Savassi toma conta: as esquinas largas, com faixa elevada e bancos no cruzamento da Cristovão, e as vagas-vivas assassinadas pelo capital, cobertas de patrocínio e pinturas de Rogério Fernandes com suas girafas, rinocerontes e moças em balanços com saias rodadas.
No canteiro onde eu almoço também tem uma dessas girafas. E depois dali, eu dobro a esquerda e chego ao meu destino. Tô adiantado.
O caminho longo e diário já me entedia, mas sei que vou sentir falta de cada uma dessas passagens.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s