O Eterno Retorno

Abril esta aí. Voltando de viagem. Voltando de lesão. Somando mais de dois meses sem uma rotina de corridas. Pareceu uma eternidade, custou muito a passar e foi difícil aturar a sensação de derrota e minhas constantes mudanças de humor. Foi difícil aceitar minha primeira DNS* em uma prova (a SuperMaratona de Rio Grande). Foi difícil, no entanto mais complicado parece ser voltar.

Hoje pensando sobre isso (enquanto corria, é claro) percebi que só se chama “volta” ou “retorno” porque não recomeçamos do zero. Algo mudou dentro de cada umx de nós quando iniciamos a buscar essa meta de superação. Algo que, mesmo que subconscientemente, nos diz que somos capazes.  E não adianta, a vida é mesma cheia de ciclos, muitos deles incontroláveis. Não podemos deixar de aceitar os fins e, consequentemente, os recomeços.

Para mais esse retorno, resolvi começar devagar, construir uma boa base pra evitar novas lesões. Estou comprometido à treinos quatro vezes por semana, sendo um de sprint em subidas e um longo. Quero deixar por enquanto flexíveis as quilometragens dos treinos, e em Maio fazer uma avaliação da saúde do meu tornozelo. Muitas idéias para 2015 povoam meu corpo… mas um passo por vez. Ainda essa semana devo postar o relato da viagem à Patagônia Chilena!

*Did Not Start – Não comparecimento, não iniciou.  

Um pensamento sobre “O Eterno Retorno

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s