Contagem regressiva…

Em menos de uma semana estaremos aterrissando em Punta Arenas, na Patagônia Chilena, para começar nossa jornada ao parque Torres del Paine. Ainda que ir a Patagônia sempre povoou meus sonhos de infância, essa expedição se tornou um plano quase que sem querer… sem planejamento. Talvez é assim mesmo que tudo deveria começar, alguém lança uma idéia maluca e você aceita sem pensar duas vezes.

Desde então sim, tem sido só planejamento, porque a espontaneidade é apaixonante, mas nada sai do papel sem organização e cuidado. Desde então temos afinado nossas vontades, possibilidades e recursos, porque nós cinco apesar de conectados em muitos sentidos temos bagagens muito diferentes e graus de experiência ainda mais distintos.

Decidimos pelo percurso completo do parque, também conhecido como Q – pela semelhança que a linha que traçaremos tem com a letra em si – que acumula cerca de 130km de distância total. Esse percurso engloba o famoso W, percurso mais curto que conecta os pontos mais populares ao sul da cordilheira de Paine, mas adiciona os pontos ao norte da cordilheira, menos frequentados e possivelmente ainda mais selvagens que o resto da trilha. Além de optar pelo percurso mais longo, escolhemos, um pouco por preferência e outro tanto por orçamento, em levar toda a comida que precisaremos conosco.

A partir dessas decisões fomos montando e organizando itinerário, cardápio, equipamentos… a vontade de ir UltraLight meio que caiu por terra em função de termos que ser autossuficientes, especialmente em relação a comida e também em função de não termos um orçamento ilimitado 🙂  Ainda assim, não perco o hábito de pesar cada equipamento e decidir entre tantos baseado principalmente no peso (as Havaianas por exemplo foram descartadas, 530gr o modelo que tenho) . Em breve, quando tudo estiver finalmente empacotado, vou postar aqui a lista com o que estou levando e os pesos de cada equipamento.

Serão 15 dias de viagem e cerca de 10 na trilha. Estamos torcendo pelo melhor, mas o clima patagônico é muito imprevisível, ou melhor, pode-se prever que ele será inconstante e bruto, mas é justamente isso que mais me atrai.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s